A doença macular realcionada com a idade (DMRI) é uma das principais causas de cegueira irreverssível no mundo. Ocorre geralmente depois dos 60 anos de idade e afeta a área central da retina (mácula), que se degenerou com a idade. A DMRI acarreta baixa visão central (mancha central) e o paciente permanence apenas com sua visão periférica.

Diversos fatores podem estar associados ou serem creditados como favorecedores da degeneração macular. Pele clara, olhos azuis ou verdes, exposição excessiva à radiação solar, tabagismo e dieta rica em gorduras são fatores que correspondem à maior incidência de DMRI.

Em 90% dos pacientes acometidos é observada a forma denominada de DMRI seca ou não-exsudativa. Os 10% restantes apresentam a forma exsudativa (caracterizada pelo desenvolvimento de vasos sanguíneos anormais sob a retina (Membrana Neovascular Subretiniana). A forma exsudativa é a principal responsável pela devastadora perda visual central referida à degeneração macular.

A prevenção e o tratamento da DMRI são realizados por meio de vitaminas, antioxidantes e óculos com proteção UVA e UVB. Uma dieta rica em vegetais de folhas verdes e pobre em gorduras é benéfica na prevenção à DMRI. Como já mencionado, o tabagismo aumenta a incidência da degeneração macular, portanto o fumo deve ser evitado.

Os danos à visão central são irreversíveis, mas a detecção precoce e os cuidados podem ajudar a controlar alguns dos efeitos da doença.

Em alguns casos é necessário a fotocoagulação por laser e principalmente, a aplicação de injeções intravítreas.

Mancha cega (escotoma) central

Drusas na retina em paciente com DMRI

Dr. Rodrigo Espíndola
Oftalmologia


Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). Membro da Sociedade Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa (BRASCRS).



Agende sua consulta
Compartilhe com um amigo(a)










Enviar
Compartilhe com um amigo(a)










Enviar
Compartilhe com um amigo(a)










Enviar